BANNER MASTER INTERNO

FocoNews - Conectou, virou notícia!

Um policial militar foi afastado após a morte de um homem durante uma abordagem na cidade de Fernandópolis. A PM diz que instaurou um inquérito policial militar (IPM) para apurar a conduta do agente. As informações são do Igor Calian, no 1º Jornal.

Após um acidente de trânsito na última sexta-feira (19), policiais militares foram informados que uma mulher fugiu do local após colisão entre sua moto e um ciclista. Ao realizar buscas, uma equipe da PM localizou Milena da Silva, que era a condutora da motocicleta. Enquanto os policiais conversavam com ela, o seu esposo, Vanderlei Benitis Araújo, passou a desacatar os agentes.

Em seguida, o Vanderlei entrou na casa e, de acordo com o policial, tentou agredi-lo com um martelo. O sargento Emerson Henrique Barbosa fez disparos que atingiram o morador. O SAMU foi acionado, mas homem não resistiu e morreu.

Nota da PM:


A Polícia Militar informa que afastou da atividade operacional e instaurou um inquérito policial militar (IPM) para apurar a conduta de um policial militar envolvido em uma ocorrência de morte em decorrência de intervenção policial, ocorrida na última sexta-feira (19), na cidade de Fernandópolis, interior do estado.

Após um acidente de trânsito ocorrido na Rua Tessaloni Barbosa, bairro Acapulco, policiais militares foram informados que uma mulher fugiu do local após colidir sua motocicleta contra um ciclista. Enquanto uma equipe registrava a ocorrência, outros policiais fizeram buscas pela cidade para localizar a condutora da moto.

Na Rua Rio de Janeiro, no mesmo bairro, a equipe identificou a mulher. Enquanto os policiais conversavam com ela, seu esposo passou a desacatar os agentes que tentaram contê-lo, sem sucesso. Em seguida, o homem entrou no imóvel e, segundo o policial, tentou agredi-lo com um martelo, sendo que o policial militar efetuou dois disparos que acertaram o morador. O SAMU foi acionado, mas constatou o óbito no local.

A ocorrência foi registrada na Delegacia de Fernandópolis, onde a mulher permaneceu presa acusada de lesão corporal, omissão de socorro e fuga de local de acidente, além do crime de resistência. H
oje (22), após investigações já realizadas em sede de inquérito e, por não comprometer as apurações, a PM torna público os dois vídeos desse caso, produzidos por populares, em nome da transparência institucional. As imagens mostram a dinâmica dos fatos e, por fim, o desfecho da ocorrência.

Fonte: Band

Receba o FocoNews em seu WhatsApp
Salve o nosso número e envie "notícias" para (17) 99623-1183 para receber as informações do FocoNews diariamente em seu celular. Se preferir, clique aqui para iniciar uma conversa direta no nosso WhatsApp. O processo é o mesmo, ok? Salvar o número e enviar a palavra "notícias".



Publique um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
FocoNews - Conectou, virou notícia!