BANNER MASTER INTERNO

FocoNews - Conectou, virou notícia!


O inverno começa nesta segunda-feira (21) à 0h32 (horário de Brasília) para o hemisfério sul, região da Terra que inclui a maior parte do Brasil. De acordo com o prognóstico do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), a estação será marcada por frentes frias menos intensas e poucas chuvas na maior parte do país. A estação termina em 22 de setembro às 16h21.

A estação é marcada por quedas da temperatura, afetadas por massas de massas de ar frio, oriundas do sul do continente e poucas chuvas.

No Sul, temperaturas abaixo da média são previstas para o leste de Santa Catarina e do Paraná, além do nordeste do Rio Grande do Sul. Nesses locais, há a possibilidade de geada – que já ocorreram no outono – e a chuva será frequente, como é comum para a região. A partir de setembro, as temperaturas voltam a subir.

No Sudeste, o inverno não será rígido e as temperaturas permanecem acima na média na maior parte do território. O trimestre de junho a agosto corresponde ao período mais seco do ano, com poucas chuvas.

O aumento da temperatura média no Centro-Oeste no fim do inverno gera preocupações com o possível aumento de queimadas e incêndios florestais no Cerrado. Mais perto da Linha do Equador, as temperaturas pouco mudarão em relação ao usual, mas o inverno no Nordeste deverá ter menos chuvas — exceto no litoral leste.

Em algumas áreas, como o norte do Maranhão e do Ceará, leste do Rio Grande do Norte e do Paraíba, as chuvas em julho ainda poderão ocorrer ligeiramente acima da média.

Na região Norte, os primeiros meses da estação terão chuva e temperatura acima da média, principalmente sobre os estados de Roraima e Amapá. Nas áreas de transição entre a Amazônia e o Cerrado, a previsão é inversa: menos chuva no fim do inverno.

Parte do Amapá, do Amazonas, do Pará e de Roraima ficam no hemisfério norte — portanto, por lá começará o verão. Boa Vista (RR), inclusive, é a única capital inteiramente no lado norte do planeta. Porém, como são regiões muito próximas à Linha do Equador, não haverá tanta diferença na estação.

Fonte: G1

Receba o FocoNews em seu WhatsApp
Salve o nosso número e envie "notícias" para (17) 99623-1183 para receber as informações do FocoNews diariamente em seu celular. Se preferir, clique aqui para iniciar uma conversa direta no nosso WhatsApp. O processo é o mesmo, ok? Salvar o número e enviar a palavra "notícias".

Publique um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
FocoNews - Conectou, virou notícia!