FocoNews - Conectou, virou notícia!

BANNER MASTER INTERNO



Com 78 mil casos positivos e mais de 2 mil mortes, autoridades de São José do Rio Preto (SP) discutem ações para frear o avanço da Covid-19 na cidade, e também na região. Uma reunião realizada nesta terça-feira (8) no Hospital de Base de São José do Rio Preto discutiu estratégias para o noroeste paulista. O secretário de Saúde do Estado, Jean Gorinchteyn, participou da reunião.

No encontro, Gorinchteyn anunciou que deve ampliar a testagem da Covid na região para monitorar os casos positivos.

“Essa testagem visa, através de teste que chamamos de antígeno, fazer o rastreio populacional para que a gente possa identificar a presença até de portadores assintomáticos e as pessoas no seu entorno. Então pra que pessoas em ambiente social, familiar, profissional, sejam testadas, caso o indivíduo venha positivo. Por outro lado, estimular as pessoas com sintomas leves, como nariz entupido, dor de garganta, porque isso pode ser um prenúncio de Covid. O teste visa a detecção precoce dos pacientes”, explica o secretário.

Ele não anunciou a data para início da testagem, mas afirmou que o programa está em fase de licitação.

O Hospital de Base e a Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto (Acirp) também anunciaram uma campanha de conscientização da doença em meio ao funcionamento seguro do comércio.

“Para o setor produtivo é de suma importância a campanha. Hoje a Acirp representa as principais entidades de classe de Rio Preto, buscando alternativas evitar o ‘lockdown’, porque o setor produtivo não aguenta mais o abre e fecha. Um novo ‘lockdown’ seria um desastre para empresas e empregos. A união dos setores da saúde e produtivo passa o recado para população seguir os protocolos, evitar festas clandestinas para passar por esta última etapa da pandemia”, explica Kelvin Kaiser, presidente da Acirp.

Atualmente, São José do Rio Preto contabiliza 78.073 casos positivos, sendo 66.981 recuperados e 2.246 mortes.

Segundo a Secretaria da Saúde, 947 pessoas estão internadas no município com Síndrome Respiratória Aguda Grave, das quais 498 estão em leitos de enfermaria e 449 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Fonte: G1

Receba o FocoNews em seu WhatsApp
Salve o nosso número e envie "notícias" para (17) 99623-1183 para receber as informações do FocoNews diariamente em seu celular. Se preferir, clique aqui para iniciar uma conversa direta no nosso WhatsApp. O processo é o mesmo, ok? Salvar o número e enviar a palavra "notícias".


Publique um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
FocoNews - Conectou, virou notícia!