BANNER MASTER INTERNO

FocoNews - Conectou, virou notícia!

Enquanto o Departamento de Estradas e Rodagem, a passos lentos, posterga licitação para reinstalação de radares fixos na Euclides da Cunha, a Polícia Militar Rodoviária dobrou o número de autuações de janeiro a agosto deste ano, se comparado com o mesmo período do ano passado.

Os dispositivos de fiscalização de velocidade, sob responsabilidade do DER, foram desativados, e removidos, no mês de janeiro deste ano. E assim permanecerão por muito mais tempo, já que licitação que trata de radares fixos para 13 trechos de rodovias paulistas terá nova etapa somente no próximo dia 14, conforme matéria publicada neste “O Extra.net” sábado passado. Havendo qualquer pedido de impugnação do referido processo licitatório, a concorrência pública se arrastará até 2022.

E sem os radares fixos, os motoristas estão pisando fundo na Euclides da Cunha. É o que revela levantamento solicitado pela reportagem e realizado pela Polícia Rodoviária de São Paulo.

Dados estatísticos de Autuações e Acidentes na área de Circunscrição da 3ª Cia do 3º BPRv, mostram que o número de multas saltou de 5775, entre os meses de janeiro e agosto de 2020, para 12133 entre janeiro e agosto de 2021. No mesmo período de 2019, o total de autuações da Polícia Rodoviária chegou a 8041.

Em 2021, houve um aumento de 4092 se comparado com o ano de 2019, e mais que dobrou em relação ao ano passado.

A 3ª Cia do 3º BPRv esclarece ainda “que as autuações são resultados de ações de fiscalização realizadas pelo efetivo desta Cia, e não estão inclusas as autuações dos radares (fixos, do DER)”.

ACIDENTES E MORTES


Em relação ao número de acidentes na Euclides da Cunha, os números são, também compreendidos entre janeiro e agosto: 285 em 2019; 266 em 2020; e 292 em 2021.

Aumento de 9,7%, se comparado com 2020, e de 2,7% ante o total de 2019.

Dos 285 acidentes registrados em 2019, 156 não tiveram vítimas e 129 provocaram vítimas; 114 vítimas leves e 37 vítimas graves, com total de 8 mortes.

Entre os 266 acidentes em 2020, 145 não tiveram vítimas e 121 provocaram vítimas; 108 vítimas leves e 35 vítimas graves, com total de 14 mortes.

Dos 292 acidentes registrados na Euclides da Cunha em 2021, até o mês de agosto, 159 não tiveram vítimas e 133 provocaram vítimas; 11 vítimas leves e 32 vítimas graves, ocasionando 9 mortes.


Por: OExtra

Receba o FocoNews em seu WhatsApp
Salve o nosso número e envie "notícias" para (17) 99623-1183 para receber as informações do FocoNews diariamente em seu celular. Se preferir, clique aqui para iniciar uma conversa direta no nosso WhatsApp. O processo é o mesmo, ok? Salvar o número e enviar a palavra "notícias".


Publique um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem