MEGA BANNER INTERNO

MEGA BANNER INTERNO - Magazine


Na manhã de sexta-feira, 10 de dezembro, policiais civis da DISE e da DDM de Jales cumpriram um mandado de busca expedido pela Justiça Estadual no bairro JACB. Durante as buscas, os investigadores encontraram três tipos de drogas, sendo 29 gramas de maconha, 10 gramas de cocaína e 150 comprimidos de ecstasy.

O morador do imóvel, que já era investigado, foi preso em flagrante por tráfico de drogas.

Esta é a segunda apreensão feita pela DISE de grande quantidade de ecstasy em menos de 48 horas. Conhecida como “doce”, “bala”, “MDMA”, o ecstasy é uma droga sintética e tem como princípio ativo uma substância conhecida como metilenodioximetanfetamina, que afeta os neurotransmissores do cérebro e causam uma sensação de euforia, razão pela qual é comumente utilizada em festas.

O ecstasy pode causar muitos prejuízos à saúde. O excesso de serotonina provocado pelo uso da droga pode resultar em lesões irreversíveis nas células nervosas e comprometer o seu funcionamento, causando sérios danos.

Durante o período de intensidade, a droga pode resultar em sintomas perigosos, que muitas vezes são ignorados devido ao estado de despreocupação e bem-estar. São eles: náuseas, desidratação, hipertermia, hiponatremia, hipertensão, além de poder causar surtos psicóticos em algumas pessoas, principalmente naquelas que têm histórico familiar de doença mental.
Ainda, quando ingerido com bebidas alcoólicas, pode resultar em choque cardiorrespiratório e levar à morte.

Geralmente o ecstasy é comercializado na forma de comprimidos coloridos com símbolos ou letras. Caso você encontre algum comprimido com estas características, acione a Polícia Civil através dos telefones 197 e 3632-9000.

Receba o FocoNews em seu WhatsApp
Salve o nosso número e envie "notícias" para (17) 99623-1183 para receber as informações do FocoNews diariamente em seu celular. Se preferir, clique aqui para iniciar uma conversa direta no nosso WhatsApp. O processo é o mesmo, ok? Salvar o número e enviar a palavra "notícias".


Publique um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem