"O Gustavo tá aqui com um comportamento estranho. Tô com medo. Se me matar, você sabe". A mensagem, à qual o Diário teve acesso, foi enviada pela técnica em enfermagem Sabrina Fernanda de Oliveira, 29, a uma amiga, pouco antes de ser assassinada pelo mecânico Gustavo Bernardo Paina, de 22 anos, na última sexta-feira, 11.

A vítima disse que o rapaz, com quem se relacionava há pouco tempo, queria amarrá-la e estava com algo escondido nas costas. Como resposta, foi aconselhada a rezar.

Assim que soube do crime, a amiga para quem Sabrina mandou a mensagem seguiu para o endereço da vítima e mostrou o celular a policiais civis. "A conversa é um dos elementos de prova que liga o autor à cena do crime. Com base nas mensagens, identificamos o então suspeito. E também uma contradição. Quando foi preso, ele afirmou que conheceu Sabrina recentemente e não sabia que ela era transexual. Mas foi ouvido novamente e mudou a versão, dizendo que sabia, e deu outra motivação do crime", disse o delegado Paulo Buchala Júnior, sem mencionar detalhes.

O mecânico foi localizado por agentes da Guarda Municipal no dia seguinte ao crime. Ele foi preso em flagrante por latrocínio, mas o enquadramento penal deve mudar.

"Era a informação que a gente tinha no momento, porque o carro da vítima foi levado. Mas as características da ocorrência caminham para o indiciamento por homicídio, somado com furto", adiantou o delegado.

O mecânico teria dito que usou o Ônix para fugir do local e que não tinha intenção de roubar Sabrina. Para confirmar a versão, Buchala pediu a quebra do sigilo telefônico de Gustavo.

"Ele nos forneceu a senha do aparelho, mas prefiro vistoriar após autorização judicial, que deve sair ainda hoje", disse. O delegado estima concluir o inquérito já nos próximos dias.

A reportagem procurou a testemunha para quem Sabrina avisou que estava em perigo, mas ela não quis comentar o caso.

Fonte: Diário da Região

Receba o FocoNews em seu WhatsApp

Salve o nosso número e envie "notícias" para (17) 99623-1183 para receber as informações do FocoNews diariamente em seu celular. Se preferir, clique aqui para iniciar uma conversa direta no nosso WhatsApp. O processo é o mesmo, ok? Salvar o número e enviar a palavra "notícias".



Publique um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
FocoNews - Conectou, virou notícia!
FocoNews - Conectou, virou notícia!