O presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, deputado Carlão Pignatari, reforçou o trabalho do Parlamento em defesa e proteção da mulher, durante a outorga da medalha “Ruth Cardoso” no Palácio dos Bandeirantes, nesta quarta-feira (6).

O evento, de iniciativa do Conselho Estadual da Condição Feminina, da Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania, homenageou cinco mulheres e uma instituição que se destacaram na luta pelo direto das mulheres. As honrarias foram entregues pelo governador do Estado de São Paulo, Rodrigo Garcia.

“Encaro como uma tragédia o fato de ainda hoje, em pleno ano de 2022, estarmos lidando com assédios, falas machistas, feminicídios e qualquer outro tipo de preconceito e violência contra a mulher”, disse Carlão Pignatari.

O presidente da Alesp ainda afirmou que há um ano à frente da Assembleia, a defesa e proteção da mulher foi uma das prioridades de sua gestão. “Aprovamos ao menos cinco leis nessa área, estando entre as principais delas a que obriga os condomínios a denunciarem casos de violência doméstica e a que prioriza atendimento e laudos a mulheres vítimas de agressão no IML. Também aderimos à campanha “Diga Não à Violência Doméstica”, que é referenciada com um “X” vermelho na palma da mão para denúncias silenciosas de agressão”.

O Conselho Estadual da Condição Feminina, presidido pela ex-deputada Rosmary Correa, primeira delegada da mulher do Estado de São Paulo, realiza a solenidade anualmente, em comemoração ao Dia Internacional das Mulheres. A honraria é destinada a personalidades civis e militares, empresas ou entidades públicas ou privadas, que se destacaram no trabalho em prol à causa.

Os homenageados desta edição foram João Francisco de Carvalho Pinto Santos, representando o programa Bem Querer Mulher, a advogada Adriana Galvão Moura Abílio; a sócia fundadora da Apae Almira Ribas Garms; a presidente do Conselho Estadual da Comunidade Negra, Elisa Lucas Rodrigues; a promotora de Justiça Fabíola Sucasas Negrão Covas; e a médica ginecologista e obstetra Rossana Pulcinelli Vieira Francisco.

A medalha “Ruth Cardoso” é uma honraria oficializada pelo Decreto nº 53.721 de 24 de novembro de 2008, alterado pelo Decreto n° 57.828, de 1º de março 2012, ambos do governador do Estado de São Paulo. É inspirada na luta da antropóloga e ex-primeira-dama Ruth Cardoso pelos direitos da mulher.

Por: Assessoria de Imprensa

Receba o FocoNews em seu WhatsApp

Salve o nosso número e envie "notícias" para (17) 99623-1183 para receber as informações do FocoNews diariamente em seu celular. Se preferir, clique aqui para iniciar uma conversa direta no nosso WhatsApp. O processo é o mesmo, ok? Salvar o número e enviar a palavra "notícias".


Publique um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
FocoNews - Conectou, virou notícia!
FocoNews - Conectou, virou notícia!