Troco Solidário

FocoNews - Conectou, virou notícia!

Em 18 de maio, data em que é celebrado o Dia Nacional do Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social vai realizar uma passeata com a participação da sociedade civil e de profissionais da rede de proteção e do Sistema de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente do município.

A ação faz parte da campanha “Faça Bonito. Proteja Nossas Crianças e Adolescentes” que tem o objetivo de alertar a sociedade sobre o enfrentamento da violência sexual infantil chamando atenção para o problema que afeta a sociedade em todo o Brasil.

A passeata está prevista para iniciar às 8h30 e o ponto de partida será a Praça João Mariano de Freitas. Os participantes percorrerão a Avenida Francisco Jalles, Avenida João Amadeu, Rua 11, Rua 08 e retornarão à Praça João Mariano de Freitas.

De acordo com a secretária de Desenvolvimento Social, Pérola Maria Fonseca Cardoso, durante o percurso da passeata, serão distribuídos materiais com orientações e dicas para proteção das crianças e adolescentes.

Além da passeata, entre as ações realizadas durante a campanha, estão a veiculação de entrevistas radiofônicas, concedidas pela secretária da pasta, e a confecção de placas informativas sobre o assunto instaladas em pontos estratégicos da cidade.

“É preciso garantir a toda criança e adolescente o direito ao seu desenvolvimento de sua sexualidade de forma segura, protegida e livre do abuso e da exploração sexual e queremos transmitir essa mensagem para toda a sociedade”, relatou Pérola.

Criado oficialmente pela Lei nº 9.970/2000, em memória à menina Araceli Crespo, de 08 anos, que foi sequestrada, violentada e assassinada em 18 de maio de 1973, este dia tem como objetivo ressaltar a importância de combater o abuso infantil. No Brasil, é estimado que a cada uma hora, 4 meninas de até 13 anos sofram abuso sexual. De janeiro de 2021 a março de 2022, Jales atendeu 22 casos de violência intrafamiliar; 10 casos de vítimas de abuso sexual; 4 casos de vítimas de exploração sexual e 15 de negligência ou abandono envolvendo crianças e adolescentes.

Denúncia

O município conta com uma rede de proteção à criança e ao adolescente e as pessoas podem denunciar os abusos e a exploração sexual através do Disque 100, Conselho Tutelar (17 99602-7583), Polícia Civil (17 3632-3366) ou Polícia Militar (17 3632-1710). A ligação é gratuita e a denúncia pode ser feita de forma anônima. A pessoa também pode ir até o Conselho Tutelar ou em uma Delegacia de Polícia e expor o crime para posterior investigação.

Por: SeCom

Receba o FocoNews em seu WhatsApp
Salve o nosso número e envie "notícias" para (17) 99623-1183 para receber as informações do FocoNews diariamente em seu celular. Se preferir, clique aqui para iniciar uma conversa direta no nosso WhatsApp. O processo é o mesmo, ok? Salvar o número e enviar a palavra "notícias".


Publique um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
FocoNews - Conectou, virou notícia!
FocoNews - Conectou, virou notícia!