Troco Solidário

FocoNews - Conectou, virou notícia!

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica, vem reforçando em toda a cidade o combate ao Aedes aegypti, transmissor de doenças como a dengue, zika e chikungunya. Além do trabalho de prevenção constante, os agentes comunitários de saúde e de endemias continuam visitando e vistoriando as residências e fazendo o trabalho de nebulização com a aplicação de inseticida quando necessário.

O serviço de nebulização vem sendo realizado em locais específicos dentro dos bairros, em áreas com maiores incidências de casos notificados ou confirmados visando interromper a transmissão da doença naquela área.

A Secretaria da Saúde também está trabalhando com ações preventivas envolvendo a comunidade. Além da visita que os agentes realizam em todos os imóveis para eliminar focos e criadouros que servem para proliferação das larvas do mosquito, outra equipe segue com um cronograma de atividades educativas voltadas aos alunos das escolas e projetos sociais do município. Palestras são realizadas para orientar as crianças sobre prevenção à doença, sintomas e como contribuir para combater o mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya.

“Durante o mês de abril, a equipe da Vigilância Epidemiológica também participou da Semana da Saúde, levando informações pertinentes aos pacientes das unidades básicas. No início deste ano, com o objetivo de eliminar possíveis criadouros do mosquito transmissor da dengue, foi realizado ainda o projeto Jales Mais Limpa, realizado pela Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde que percorreu todos os bairros, arrecadando 64 toneladas de resíduos que seriam possíveis criadouros do mosquito transmissor. Agora as pessoas também têm a opção de descartar os materiais inservíveis gratuitamente no Aterro Sanitário”, lembrou a coordenadora da equipe municipal de Combate às Endemias, Vanessa Luzia da Silva.

Somente em 2022, foram 3.044 notificações e 1.219 positivos autóctones e 63 positivos importados. A equipe municipal de combate às endemias alerta a população para eliminar os possíveis focos do Aedes aegypti com medidas simples, como colocar detergente na bandeja externa da geladeira e do ar condicionado; colocar uma colher de água sanitária nos ralos internos e externos; fechar as tampas dos vasos sanitários; colocar nos pratinhos dos vasos de plantas areia até a borda ou furá-los e certificar de que a caixa d’água esteja tampada e que as calhas não estejam acumulando água da chuva, além da limpeza diária com bucha e sabão nos bebedouros dos animais.

“É muito importante que a população contribua para eliminar esses recipientes e objetos que servem de criadouro para o mosquito que transmite a dengue e outras doenças. A conscientização e sensibilização da população sobre o combate ao mosquito Aedes aegypti, continua sendo o foco da Prefeitura de Jales, mas para evitar a proliferação do mosquito, é preciso do trabalho de todos. É momento de união para conseguirmos reduzir drasticamente os casos de dengue em nosso município”, destacou Vanessa.

A coordenadora ainda fez uma recomendação: “O uso de repelente é uma arma importante neste período. Usar, quando possível, principalmente no trabalho, roupas e calçados mais fechados. Existem pesquisas que mostram que até cores escuras nas roupas podem atrair com mais facilidade o mosquito. Tudo isso ajuda, mas o que realmente é eficaz é eliminar o inseto”.

Por: SeCom

Receba o FocoNews em seu WhatsApp
Salve o nosso número e envie "notícias" para (17) 99623-1183 para receber as informações do FocoNews diariamente em seu celular. Se preferir, clique aqui para iniciar uma conversa direta no nosso WhatsApp. O processo é o mesmo, ok? Salvar o número e enviar a palavra "notícias".


Publique um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
FocoNews - Conectou, virou notícia!
FocoNews - Conectou, virou notícia!